Tag Archives: produtos fitofarmacêuticos

Terminou Curso de Fitofármacos na AFERT

fitofarmacos (1)

A Associação Folclórica e Recreativa e Recreativa do Tourigo fitofarmacos (1)deu por concluído o curso de fitofármacos que realizou com a colaboração do Centro IEBA. O curso decorreu ao longo de todo o mês de janeiro e terminou com a parte prática, no passado sábado dia 30 de janeiro. Ao longo deste período, o grupo de 18 formandos teve formação sobre os químicos a usar em cada circunstância agrícola, bem como as melhores práticas para os aplicar. O curso confere-lhes a obtenção do cartão de aplicador de produtos fitofármacos, exigido pela nova legislação em vigor.Encontram-se abertas pré-inscrições para uma segunda turma na sede da associação.

AFERT deu início ao Curso de Aplicadores de Fitofármacos

fitofarmacos

Teve início, esta semana, o Curso de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos, promovido pela AFERT para os seus associados.

Decorrente da Lei 26/2013 de 11 de abril, desde o dia 26 de fitofarmacos2novembro de 2015, que os produtos fitofarmacêuticos (vulgarmente conhecidos entre nós como remédios de cura, ervecidas, pesticidas, etc) apenas podem ser adquiridos e aplicados por utilizadores devidamente credenciados. Também por imposição desta lei, os agricultores/aplicadores deste tipo de produtos que queiram exercer a sua atividade, deverão dispor de certificação obtida através da frequência do curso de formação como este agora promovido. Importa referir que estão dispensados da formação as pessoas que em 2013 tinham mais de 65 anos de idade, podendo estas obter o cartão de aplicador efetuando apenas a respetiva prova de conhecimentos.

Relativamente à formação, existem ainda dois modelos idênticos, mas distintos. A formação de 25 horas, que habilita apenas à aplicação de produtos fitofarmacêuticos com recurso a máquinas manuaisfitofarmacos (pulverizadores de dorso e atomizadores) e a formação de 35 horas, que permite aos agricultores usarem pulverizadores acoplados ao trator.

Na AFERT será ministrada a formação de 35 horas por um centro de formação devidamente credenciado para o efeito. As sessões tiveram início na passada terça-feira dia 5 de janeiro e prolongam-se até ao final do mês, contando com uma turma composta pelos 18 primeiros associados inscritos.